Olhos D´Água


Assista nos planos:

Produção: Daniel van Hoogstraten

Fotografia: Léo Bittencourt

Roteiro: Daniela Thomas

Montagem: Daniela Thomas, Tiago Marinho

Empresa Produtora: Syndrome Films

Coprodução: SESC-SP

Na cosmogonia dos Kalapalo, etnia que vive no parque indígena do Xingú, a água é tão antiga quanto os humanos e é a fonte da vida. É dali que vem todo o sustento dos originários, seu alimento, sua bebida, seu banho, sua alegria. A ideia de usar a água como lixeira, de envenenar a água é uma distopia. Em Tuã Ingugu (Olhos D'Água) o cacique Faremá - da aldeia Caramujo, nas margens do rio Kuluene - nos conta sobre o nascimento da água e nos adverte sobre os consequências de desrespeitá-la.
Envie o seu comentário
Faça login ou se cadastre para comentar a obra.
Carregar mais comentários
Envie o seu comentário
Após aprovação, seu comentário será publicado e enviado para o diretor do filme. | Normas para publicação

Relatos de Professores (0)
Utilizou este filme em suas aulas? Relate sua experiência!
11 min
2019
Brasil
RJ
LIVRE

Diretor: Daniela Thomas

Elenco: Faremá Kalapalo, Kanho Matipu

Sinopse: Na cosmogonia dos Kalapalo, etnia que vive no parque indígena do Xingú, a água é tão antiga quanto os humanos e é a fonte da vida. É dali que vem todo o sustento dos originários, seu alimento, sua bebida, seu banho, sua alegria. A ideia de usar a água como lixeira, de envenenar a água é uma distopia. Em Tuã Ingugu (Olhos D'Água) o cacique Faremá - da aldeia Caramujo, nas margens do rio Kuluene - nos conta sobre o nascimento da água e nos adverte sobre os consequências de desrespeitá-la.

Alugue